Início Crônicas TRÉGUA OU BONANZA?

TRÉGUA OU BONANZA?

por @CSFC

Depois que a calamidade pública foi decretada em muitos municípios baianos, pelo menos em Barreiras o Sol voltou firme e o céu apresenta poucas nuvens.
Prenuncio de que enfim, os rios voltem aos seus leitos naturais e que a partir de agora comece a reconstrução de tudo que o excesso de água causou. Não deixará de ser um trabalho imenso devido aos enormes prejuízos, mas enfim a vida é assim mesmo. Quando menos se espera a Natureza se revolta e mostra sua força hercúlea, incontrolável e absoluta.
Voltamos então a pensar na duvida que as vacinas trazem, nas inúmeras enquetes e pesquisas sobre esse ano eleitoral e a vida segue seu curso natural.
Mas continuamos um país dividido. Um fato que está muito claro e explicito entre nós quando brasileiros. Separados por pensamentos e comportamentos que há bem pouco tempo atrás seriam inaceitáveis. Essa divisão está configurada não apenas por razões politicas, mas por pessoas que agora aceitam com naturalidade a desonestidade pura e simples. Sem qualquer constrangimento se declaram favoráveis à ideologia de gênero, ao controle dos meios de comunicação, a perseguição às manifestações religiosas, enfim a tudo que represente o inaceitável, quanto pior melhor.
Essa é uma tempestade sistemática que não oferece o descanso de um só dia. Que ocupa as redes sociais de forma abrangente e que propõe valores que nossa cultura judaico cristã, não consegue aceitar.
Principalmente quando parte de nossos representantes na Câmara e no Senado, com projetos de Lei de completa insanidade que propõem situações abomináveis como o casamento entre pais filhos como se fosse à coisa mais natural do mundo. Essa tempestade de estupidez não cessa, não dá trégua e não se rende nem a lógica muito menos a razão.
A proposta é minar nossos princípios e aproveitar a inercia ignorante e covarde de muitos brasileiros que não percebem o que está sendo arquitetado. A luta não está na defesa do presidente eleito, mas sim na continuidade de um país livre das garras do comunismo. O mais cruel e mais tenebroso dos sistemas de governo.
É muito difícil ou quase impossível conter os estragos de uma Natureza quando ela mostra sua força. Também é muito difícil e quase impossível reverter a estupidez e a teimosia de pessoas que se recusam a enxergar o desastre que ameaça nossa democracia.
Guto de Paula

related posts

Deixe um comentário