Início Crônicas REDES SOCIAIS E O DNA

REDES SOCIAIS E O DNA

por @CSFC

Inúmeros crimes são às vezes solucionados pelo DNA, ao ponto de condenados em pleno corredor da morte, serem inocentados, como também muitas monstruosidades cometidas por psicopatas serem elucidadas pela averiguação do famoso ácido desoxirribonucleico. Um avanço histórico da Ciência Medica que não apenas determina quem é o verdadeiro pai da criança, como também desvenda mistérios que no passado eram inconcebíveis.

Na mídia, um dispositivo infalível também é acionado quando celebridades que se comportavam e declaravam determinada coisa e de repente sem suposta razão ou porque, tomaram posições completamente antagônicas. Tudo porque, mesmo que exista a lenda de que brasileiros possuem memória curta, esse extraordinário dispositivo faz cair por terra inúmeras falácias de hoje, comparadas as proferidas ontem. O registro histórico dos vídeos que ainda permanecem disponíveis nas redes sociais.

Assim ministros do STF que se diziam defensores da liberdade de expressão, da impunidade parlamentar e tantas outras passagens de nossa Constituição são frequentemente desmascarados.

Não apenas eles, mas políticos de carreira de suposta idoneidade no momento que se aliam aos seus adversários mais ferrenhos, são imediatamente desqualificados. Possivelmente acreditando ou fazendo outros acreditarem que as coisas mudam. E mudam com toda certeza. Só não convencem a todos que recorrem ao passado para explicar o presente.

Enquanto o DNA revela a autoria, os registros históricos nas redes sociais demonstram a ausência de caráter, de ética e de dignidade de inúmeros indivíduos que se arvoram a governar esse país. Que acreditam no politicamente correto, defendem vacinas experimentais, estabelecem o fique em casa e liberam criminosos e se alimentam da ignorância dos desprovidos de neurônios.

Por ironia do destino, querem tirar nossa liberdade, mas não conseguem eles mesmos sair as ruas com segurança.

Guto de Paula

related posts

Deixe um comentário