Início Crônicas OS MEIOS E OS FINS

OS MEIOS E OS FINS

por @CSFC

Historicamente em todos os países de regime ditatorial comunista, o grande primeiro passo foi desarmar a população civil. Posteriormente aplicar a política de unir os diferentes para combater os antagônicos. Cabe também reforçar a ideia de uma democracia provisória que após o golpe nunca mais será citada.

A ideologia socialista precisa ser exaustivamente aplicada em cursos superiores por ser o regime praticamente perfeito de se administrar com equilíbrio social. Dando oportunidade a todos indiscriminadamente e fazendo com que o Estado seja o responsável administrativo de todo esse processo. A forma de convencimento lógico para que os acadêmicos sejam os principais divulgadores e defensores do referido sistema. Doutrinados, domesticados e alienados pela ilusão de um regime perfeito.

Um passo importante é minimizar ao máximo o poder da fé e das crenças religiosas que segundo suas concepções, correspondem ao ópio que alimenta a população, de ilusões e esperanças inalcançáveis. 

O golpe final é a desarticulação moral da família. Repleta, segundo eles de conceitos retrógrados, de falso moralismo e de ideias ultrapassadas. Promover o sexo livre para todos independentemente de qualquer aproximação familiar.

O socialismo é uma perfeição teórica e um desastre social de proporções reais inimagináveis. É imposto pela força do comunismo e pela execução sumaria de seus oponentes. Os aliados de antes que foram considerados diferentes serão os primeiros a sofrerem as consequências da barbárie.

O Estado historicamente improdutivo, viciado e inoperante será o centro administrativo de tudo. Cuba, Venezuela, Coreia do Norte, China, Rússia e inúmeros outros países assaltados pelo comunismo conhecem essa realidade.

O Brasil é a bola da vez. Só depende de você, de seu patriotismo, da sua fé judaica cristã e dos seus conceitos e princípios familiares, para isso não acontecer.

Guto de Paula

related posts

Deixe um comentário