Início Crônicas O CONTRAPONTO.

O CONTRAPONTO.

por @CSFC

A ausência de credibilidade jornalística exercida por alguns dos tradicionais meios de comunicação tem elevado a audiência de emissoras como a Jovem Pan.

A emissora apresenta no Programa “Pingos nos is,” modelo de reportagens críticas, que acabam preenchendo de forma satisfatória seus seguidores. Ávidos de críticas e explanações dos fatos ocorridos no cenário nacional sem tangenciar para a militância tão avassaladora e irresponsável, exercida por emissoras consorciadas em seu proposito único. Ou seja, a proliferação de narrativas falsas que confundem seus seguidores, cujo objetivo é culpar a Presidência da República por tudo que acontece no país.

Por exemplo: os altos preços dos combustíveis não acontecem apenas no Brasil, todavia imputam de forma irresponsável a culpabilidade desse momento para o presidente. Essa proposta de dividir a opinião pública tem surtido efeitos desastrosos.

Na Jovem Pan, comentaristas, jornalistas e apresentadores respeitáveis, emitem suas opiniões de forma corajosa. Possivelmente respaldados pela pratica de que para fatos, não existem possibilidades de argumentos. Mesmo assim, por letargia, ignorância, interesses pessoais ou irresponsabilidade pura e simples nossos antigos ídolos da “telinha” se tornaram irreconhecíveis.

O desmascaramento desses profissionais que nos incentivam a usar máscaras é desmentido frequentemente nas redes sociais. Mostrando o que diziam antes, com emotiva convicção, o que desmentem hoje, por possível pressão. Os vídeos arquivados estão produzindo a queda dessas mascaras e mostrando ao público a verdadeira intenção desses ridículos posicionamentos.

Porém, a confusão se estabelece principalmente para pessoas cuja militância e paixão ideológica necessitam de caráter ético, resgate da dignidade e virtudes esquecidas de seus princípios familiares básicos.

Teimosos que não pretendem enxergar a realidade dos fatos e acreditam em narrativas produzidas pela mídia consorciada, sem qualquer resquício de reflexão. Alienados e adestrados a negar qualquer proposta que venha de encontro aos seus propósitos pessoais.

Destruir é mais fácil que construir.

Guto de Paula

related posts

Deixe um comentário