Início Crônicas FALÊNCIA DA RAZÃO

FALÊNCIA DA RAZÃO

por @CSFC

A princípio, não apenas da razão, mas da ética e dos bons costumes também. Com certeza os aprendidos e vivenciados em nossos lares, quando nossos pais, preocupados com a formação de nosso caráter, repassavam os ensinamentos de nossos avós.

Em um momento não muito bem determinado, possivelmente por influência de um bombardeio de informações, esses conceitos estão caindo por terra. Descartados de uma forma tão constante e agressiva, cujo alvo principal atinge principalmente os nossos jovens. Manipulados por ideologias que pregam um falso conceito de mudança. Uma revolução que propõe utopicamente que todos terão as mesmas oportunidades, os mesmos direitos e que tudo será provido unicamente pelo Estado.

Esquecem que o Estado sobrevive do trabalho de quem gera empregos, produz alimentos, movimenta a indústria e o comércio. Esses são penalizados por taxas abusivas de impostos que são revertidos para manter os salários dos intelectuais, dos profissionais da saúde e da segurança. Sem esquecermos, dos políticos, dos magistrados e do funcionalismo público em geral.

A ausência de conhecimento, a estupidez e a ignorância das consequências dos malefícios desastrosos do estabelecimento sempre pela força do comunismo, tem apaixonado boa parte de nossa juventude. Alienados por doutrinação de uma mídia consorciada defendem então, com unhas e dentes os falsos heróis e suas retóricas mirabolantes.

Já não importa se são ladrões condenados em várias instâncias da Justiça. Muito menos se no passado muito próximo, levaram o país a quase falência econômica. Nada disso é relevante, o que importa é desmantelar o que existe e depois do caos estabelecer essa nova ordem de valores.

Defendendo a imbecilidade com total arrogância, são classificados hoje como os analfabetos funcionais, sem qualquer qualificação para competir no mercado de trabalho. Oriundos de universidades públicas, em sua grande maioria arautos de uma ideologia doentia e genocida.

Incompetentes para acompanharem um mercado de trabalho cada vez mais exigente, focado na agilidade e na competência de profissionais de ponta.

Guto de Paula

related posts

Deixe um comentário