segunda-feira , 22 outubro 2018
Home / CentralSFC / Hora no Campo / Safra de grãos 2015/16

Safra de grãos 2015/16

Soja é destaque da produção recorde de 210,5 milhões de toneladas
Segundo a mais recente estimativa da Conab, colheita da oleaginosa deve alcançar 102,1 milhões de toneladas.
Pela primeira vez na história, a produção brasileira de soja deve superar 100 milhões de toneladas.  A estimativa é que ela chegue a 102,1 milhões de t no ciclo 2015/16, com aumento de 6,1% na comparação com as 96,2 milhões de t de 2014/15. Os números constam do 4º levantamento da safra de grãos 2015/16 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta terça-feira (12), em Brasília.  A projeção é que a colheita total alcance o recorde de 210,5 milhões de t, com crescimento de 1,4% (2,8 milhões de t) sobre o período anterior, de 207,7 milhões de t.
“Tudo indica que vamos ter uma boa safra”, destacou o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), André Nassar, que participou da divulgação dos números da Conab. “A nossa agricultura continua se expandindo e atendendo às expectativas dos produtores e do mercado.” Segundo ele, este é um momento importante do desenvolvimento da safra. “Por isso, considero o quarto e o quinta levantamentos da safra de grãos importantes para sabermos o que ocorrerá na temporada 2015/2016.”
O Mato Grosso deve ter a maior colheita de soja do país, conforme o estudo. A projeção é que a produção da oleaginosa no estado alcance 28,3 milhões de t, representando cerca de 28% da safra nacional do grão, seguido do Paraná, com 18,5 milhões de t.
Por causa de problemas climáticos, o Mapa e a Conab estão monitorando o desenvolvimento das lavouras de soja no MT e de arroz no Rio Grande do Sul – respectivamente, os dois maiores produtores nacionais desses grãos. “Estamos examinando com mais precisão os efeitos climáticos nesses dois estados para poder dar suporte aos produtores, caso seja necessário”, enfatizou o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, João Intini.
Em relação ao levantamento do mês passado, houve redução de 348,6 mil toneladas na safra de soja. Já o arroz teve queda de 236,5 mil toneladas.
Ainda segundo a Conab, a primeira safra de milho apresenta redução de 7,7%, passando de 30,1 para 27,8 milhões de t. A queda ocorre, ressaltou a área técnica da empresa, porque os produtores vêm optando pelo plantio de soja na mesma área do milho. Depois da colheita, eles têm cultivado o milho segunda safra.
Área
A estimativa de área plantada no Brasil totaliza 58,5 milhões de hectares, com aumento de 0,9% sobre a safra passada, que foi de 57,9 milhões de hectares. Esse fator se deve unicamente ao crescimento de 3,5% (1,1 milhão ha) da área de soja. As outras culturas apresentaram decréscimo na área de plantio, com exceção da mamona, que teve um crescimento significativo de 56,4%, passando de 82,1 mil para 128,4 mil hectares.
A Conab fez a pesquisa entre os dias 13 e 19 de dezembro. Durante o estudo, foram levantadas informações de área plantada, produção, produtividade, evolução do desenvolvimento das culturas e pacote tecnológico usado pelos produtores, entre outros fatores. O trabalho é fruto de parceria com agrônomos, técnicos do IBGE, cooperativas, secretarias de agricultura, órgãos de assistência técnica e extensão rural (oficiais e privados), agentes financeiros e revendedores de insumos.

Confira na integra o levantamento da CONAB


Fonte: Ministério da Agricultura

colheita-soja

Além disso, verifique

O AGTER TERRA LIVRE INICIA O CADASTRAMENTO DE PEQUENOS PRODUTORES RURAIS.

O Programa AGTER – Terra Livre faz as suas primeiras ações de campo. Nessa quarta ...