sexta-feira , 19 julho 2019
Home / CentralSFC / Central São Francisco / Paê decreta Estado de Alerta em Barreiras e cancela o Carnaval 2016

Paê decreta Estado de Alerta em Barreiras e cancela o Carnaval 2016

O prefeito Paê Barbosa Decretou Estado e Emergência em Barreiras e cancelou o Carnaval 2016. O anúncio foi feito na manhã do dia 28 de janeiro em coletiva a imprensa.
Uma decisão corajosa e coerente com a atual situação em que se encontra a cidade de Barreiras a última vez que choveu com tanta intensidade em um curto espaço de tempo como vem acontecendo na cidade foi há 55 anos. Com o estado de Alerta de 90 dias foi instalada a Defesa Civil que funcionará com uma central telefônica, com os números: 3611-8038 e 3613-9583, e sempre com técnicos de plantão na Vila Dulce sob a coordenação do engenheiro ambiental e sanitarista José Leonardo Vanderlei. Utilizando recursos do município, deverá ser ampliada toda assistência às famílias desabrigadas ou em situação de risco.
Os serviços de saúde, educação, assistência social, serviços públicos, infraestrutura, meio ambiente serão intensificados e todas as Secretarias do Governo atuarão permanentemente para enfrentar, de forma emergencial, os problemas encontrados, sob a coordenação do prefeito Paê.
A situação se agravou muito nas últimas 72 horas. Ruas até então estáveis, começaram a desmoronar, os carros da coleta de lixo não conseguem chegar em diversas ruas para realizar a coleta.
E ainda há um outro risco eminente, a infestação do mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika vírus que pode se agravar com o volume de água e entulho acumulados.
Comunidades rurais, seja pela situação das estradas e pontes, já estão ficando isoladas, ocasionando problemas para deslocamento das pessoas, bem como, inviabilizando o transporte escolar nas próprias localidades ou, para a sede do município, o que pode acarretar em atraso no início do ano letivo.
Foram vários os elementos avaliados que chegaram a determinação do cancelamento do carnaval 2016. O que não impede a manifestação cultural da população em sair às ruas para fazer sua própria festa. Porém, sem nenhum apoio da Prefeitura.
Na história de Barreiras essa é a terceira vez que o Carnaval foi suspenso em 24 anos. A primeira vez foi quando o Deputado Sebastião Ferreira, morreu em um acidente aéreo no dia 28 de fevereiro de 1992, depois em 2013 no primeiro ano de gestão do Prefeito Antônio Henrique com a frase “a cidade está doente e quem está doente não faz festa”, e desta vez com as causas naturais. As condições não permitem altos gastos com festas de Carnaval, realmente um contrassenso se ocorresse.

Central São Francisco de Comunicação.

Além disso, verifique

Algodão baiano na estratosfera

Os estudantes da escola Maria Edith Rhoden no distrito de Roda Velha, em São Desidério, ...