terça-feira , 21 maio 2019
Home / CentralSFC / Central São Francisco / Estudantes visitam instalações dos sistemas de água e esgoto em Barreiras

Estudantes visitam instalações dos sistemas de água e esgoto em Barreiras

Para conhecer o funcionamento dos sistemas de tratamento de água e esgoto, estudantes de Barreiras, no oeste da Bahia, visitaram as instalações da Embasa no mês de setembro. 55 estudantes do 6º ano do ensino fundamental da escola Jardim Imperial visitarem a estação de tratamento de água (ETA) do município, e mais 22 acadêmicos de Química, Nutrição e Engenharia Sanitária Ambiental da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) conheceram de perto o funcionamento dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em operação na cidade.

Ao acompanhar a visita na estação de tratamento de esgoto (ETE), o engenheiro da Embasa, Lucas Rizzuto, enfatizou a importância do sistema para a manutenção dos recursos hídricos da região. Atualmente, a ETE recebe os esgotos coletados em cerca de 28 mil imóveis, aproximadamente 60% da sede do município. “A estação foi projetada com capacidade para tratar até 266 litros por segundo de esgoto antes de voltar ao rio Grande dentro dos padrões de lançamento de efluentes determinados pela legislação ambiental”, explica.

Já na ETA, a assistente social Geisa Mendes mostrou as etapas físicas e químicas do tratamento (coagulação, floculação, decantação, filtração, adição de cloro e flúor). Em Barreiras, a Embasa investiu R$ 4,5 milhões para duplicar os módulos da estação de tratamento, o que incrementa em 50% a vazão de água produzida para atender cerca de 55 mil imóveis na sede municipal e 22 localidades da zona rural. No caso do sistema de esgotamento sanitário, foram investidos R$ 113 milhões para a ampliação e modernização das estruturas, o que possibilitou avançar a cobertura de 8% para 60% na sede municipal de Barreiras.

IBOTIRAMA E MUQUÉM | Com sistemas de abastecimento cuja captação de água é proveniente do rio São Francisco, os municípios de Ibotirama e Muquém do São Francisco, também no oeste baiano, receberam ações educativas da Embasa em setembro. Nos dias 19 e 20, uma série de quatro palestras contemplaram 623 estudantes do ensino fundamental. Eles foram orientados sobre o consumo racional de água e sobre a importância do sistema de tratamento de água operado pela Embasa nas cidades.

As palestras aconteceram no Colégio Municipal Dr. Antônio Carlos Magalhães, em Muquém, e Nova Dimensão e Pequeno Príncipe, em Ibotirama. Na oportunidade, foram distribuídas cartilhas educativas e brindes. “Eles passam a ter o entendimento do caminho da água desde a captação no São Francisco até a torneira, o que leva a uma maior preocupação no uso sem desperdícios”, explica a assintente social Geisa Mendes. 

Assessoria de Comunicação da Embasa

Unidade Regional de Barreiras (UNB)

Além disso, verifique

Salvador mantem evento climático da ONU

  O prefeito ACM Neto informou no último dia 14 que a capital baiana tem ...