segunda-feira , 28 maio 2018
Home / CentralSFC / Central São Francisco / Chuva forte em São Desidério causa grandes estragos

Chuva forte em São Desidério causa grandes estragos

A forte chuva que caiu em São Desidério na manhã de quinta-feira, 22, causou estragos materiais em áreas públicas e particulares, além de muita sujeira nas ruas. Para prestar assistência ás famílias afetadas e reorganizar a cidade uma força tarefa foi montada logo após o temporal. “Graças a Deus foram só perdas materiais, nosso maior bem é nosso povo e ninguém se feriu, estamos organizando a assistência às pessoas, a interdição dos pontos que representam perigo e a limpeza dos espaços”, comentou o prefeito, Zé Carlos.

Por meio das redes sociais, vários moradores relataram a situação de emergência de algumas casas, uma rede de solidariedade entre vizinhos, amigos e familiares foi formada para ajudar nos pontos mais críticos. Outros locais de alagamento foram o Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida, onde funcionários da saúde e moradores fizeram um mutirão para ajudar na limpeza do espaço, e o Centro de Convivência dos Idosos, no qual funcionários da Assistência Social, responsável pelo espaço e dezenas de moradores da cidade ajudaram na contenção da água e limpeza do ambiente.

“Estou profundamente agradecida e emocionada com a prontidão e solidariedade do nosso povo, agora estamos realizando a assistência ás famílias afetadas, várias equipes foram formadas para visitar as casas e fazer o cadastramento das famílias atingidas, estamos montando também um kit limpeza para entregar em algumas residências afetadas”, informa a secretária de Assistência Social, Vandreia Mendes.

O prefeito, Zé Carlos, o secretário de Infraestrutura, Jammys Alex e vários funcionários do setor, percorreram a cidade e visitaram algumas famílias. Imediatamente, após o temporal, várias equipes foram destinadas aos locais mais atingidos como o Ginásio de Esportes que teve sua estrutura completamente abalada, o Estádio Municipal onde o muro cedeu, a Escola Germano Rodrigues de Carvalho onde um muro também cedeu atingindo uma residência vizinha e o canal da Barragem que foi obstruído com o cascalho de ruas próximas carregado pela água da chuva.

Para garantir a segurança dos moradores, o Ginásio e o estádio foram interditados, e no canal foi realizada a limpeza para evitar transbordamento da água e alagamento das casas próximas. “Estamos fazendo também uma análise das obras em andamento, apenas alguns pontos inacabados sofreram pequenos danos, nossa prioridade agora é identificar e recuperar, o mais rápido possível, os pontos atingidos”, comenta o secretário, Jammys.

 Ascom/São Desidério

Além disso, verifique

Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, em Barreiras

No último dia 27 de abril, estudantes, professores e comunidade escolar dos municípios de Barreiras, Formosa ...