terça-feira , 22 outubro 2019
Home / CentralSFC / Central São Francisco / Aldeia Praia Park se prepara para entregar o primeiro parque aquático do oeste da Bahia

Aldeia Praia Park se prepara para entregar o primeiro parque aquático do oeste da Bahia

     A região oeste da Bahia vai ganhar o seu primeiro parque aquático, o Aldeia Praia Park. Com localização privilegiada, às margens da BR 020, no distrito de Rosário – Correntina-BA, em uma das regiões que mais se desenvolve no Brasil, na divisa dos estados da Bahia e Goiás, trata-se do mais moderno parque aquático em construção do país, com inauguração da primeira etapa prevista para o final de 2019.

Com um projeto composto por conceitos totalmente inovadores e em completa harmonia com a sustentabilidade, o Aldeia Praia Park traz mais que opção de diversão e lazer, o empreendimento vai desenvolver o fomento do turismo regional, atrair turistas de todo o Brasil e transformar a economia, atualmente baseada no setor agrícola, gerando emprego e renda e atraindo novos empreendimentos do ramo turístico, como: hotéis, restaurantes, postos de combustíveis, lojas, empresas de transporte, dentre outros. A expectativa é que o empreendimento gere 400 empregos diretos e cerca de1 mil indiretos, quando estiver operando com 100% da sua capacidade total.

O Aldeia Praia Park pretende levar o mar para dentro Cerrado. Entre as atividades, os associados e visitantes poderão desfrutar de inúmeras atrações para entretenimento e lazer. A gigante piscina de ondas, uma das maiores do país, com cerca de 2.800 m², simulará uma praia de verdade, dentre outros brinquedos aquáticos de baixa, média e alta adrenalina.

A estrutura do parque aquático inclui também área para shows, áreas administrativas e de convivência, estacionamento com capacidade para receber mais de 800 veículos, quiosques de alimentação e bebidas, praças de alimentação, restaurantes com cardápios regional e internacional, lojas comerciais de marcas de renome, como as já instaladas no Aldeia das Águas Park Resort, no estado do Rio de Janeiro, a exemplo das lojas: Havaianas, Subway, Nestlé, FiniStore, Cacau Show e ChilliBeans.

Em uma estrutura que comportará de seis a sete mil pessoas/dia, o parque contará com um belíssimo projeto luminotécnico e paisagístico com cascatas, geisêrs, pedras, pergolados, pontes em madeira, vegetação de sombreamento e redários.

Assim, o Aldeia Praia Park chega no Oeste da Bahia para compor o conjunto de atrativos turísticos que já existem na região, que além de grutas, caverna, rios e cachoeiras, começa a contar com um moderno parque aquático de porte internacional, o único da categoria em um raio de 700 quilômetros, que transformará a vida e economia de toda essa região.

Compromisso com a sustentabilidade

O Aldeia Praia Park acredita que a responsabilidade socioambiental é parte integrante do seu negócio, sendo tão importante quanto a qualidade de seus produtos e serviços. Nesse contexto, o parque possui o programa de sustentabilidade Aldeia Sustentável que garantirá o uso inteligente dos recursos naturais e promoverá práticas sustentáveis, que vão desde a coleta seletiva de resíduos sólidos até o reaproveitamento da água, garantindo a preservação do planeta para as gerações futuras.

Essas iniciativas têm garantido destaque do projeto no cenário nacional e internacional de parques aquáticos. Na feira Internacional de Parques, a IAAPA – Attractions Expo 2017, em Orlando, nos Estados Unidos, o Aldeia Praia Park foi aclamadopor seu projeto de sustentabilidade.  O projeto reúne um conjunto de ações tecnológicas que visam a preservação do meio ambiente e o incentivo do desenvolvimento sustentável, como:

– A reutilização da água por meio de um tratamento inovador,o Sisnate – Sistema Natural de Tratamento de Efluentes, que através de um método utilizando a bio-tecnologia tratará a água para a sua reutilização em descargas de vasos sanitários, irrigação das áreas verdes(composta por mais de 800 árvores nativas e exóticas que serão plantadas no parque, além de uma cobertura de milhares de metros quadrados de gramas e flores), o que irá gerar uma economia de aproximadamente 40% da água consumida;

– Toda a energia elétrica consumida no parque será produzida em uma mini-usina solar, que irá gerar cerca de 120.000 KWH/mês, quantidade superior a necessária para suprir a demanda do parque. O excedente será devolvido a rede convencional de distribuição de energia. Isso garantirá que oparque gere sua própria energia de forma limpa e sustentável;

– Criação de áreas verdes com condição de abrigo para atrair pássaros da região, como já acontece no Aldeia das Águas Park Resort, no Rio de Janeiro, que mantém um grande viveiro aberto de aves nativas;

– Área verde permeável, garantindo que as águas da chuva se infiltrem no solo e alimente olençol freático, conservandoas nascentes, lagoas, brejos, vázeas e veredas.

– Acessibilidade:Todo o projeto do parque foi pensando para dar acessibilidade e condições para que as pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzidaalcancem e utilizem os espaços com autonomia, eliminando assim as barreiras e obstáculos que limitem ou impeçam o acesso, dando a liberdade de movimento e a circulação com segurança dessas pessoas.

-Dentre outras ações.

 

O Empreendedor

Esse empreendimento é resultado de um antigo sonho do empresário do interior paulista, Walter Gama Terra Júnior, que chegou na região Oeste da Bahia em 1998, ao adquirir terras no município de Riachão das Neves e, dois anos mais tarde, em São Desidério e Correntina, e viu na região um alto potencial turístico e econômico.

O empresário contabiliza quase 30 anos de experiência e realizações na administração de parques aquáticos, trabalhou em projetos como Beach Park, construiu o Águas do Vale, já foi sócio do Gugu (Augusto Liberato) e do Beto Carreiro. Hoje, é proprietário de um dos mais reconhecidos parques aquáticos do mundo: o Aldeia das Águas Park Resort, em Barra do Piraí, no estado do Rio de Janeiro.

Em Correntina, no distrito de Rosário, o empresário também possui o Loteamento Primavera do Oeste, com aproximadamente 10 mil lotes, que tornou-se uma referência no mercado imobiliário, impulsionando de forma significativa o crescimento local, concebendo toda a infraestrutura com asfalto, guias, energia elétrica, iluminação pública, paisagismo e muito mais.

Agora, o seu sonho é transformar o distrito do Rosário, uma das regiões de maior produção agrícola do Brasil, em um polo de lazer, turismo e entretenimento.

 

Imprensa Aldeia Praia Park


Além disso, verifique

Saúde, obrigada!

Uma noite memorável! Ontem na Câmara de Veradores de Barreiras, pela primeira vez foi reunida ...