segunda-feira , 27 setembro 2021
Home / CentralSFC / Central São Francisco / A Bahia entra na reta final da colheita de soja

A Bahia entra na reta final da colheita de soja

Na região oeste, que detém cerca de 99% da oleaginosa plantada no Estado, até o momento foram colhidas cerca de 60% da safra do grão. Segundo informações fornecidas pelo Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), há a expectativa de que os trabalhos terminem até o final de abril.

A entidade representativa dos agricultores no oeste baiano informou, ainda, que a produção regional, este ano, deve ter um aumento de 11,7%, podendo superar o volume de 6,7 milhões de toneladas. Confirmados estes números, o ciclo 2020/21 vai superar a safra 2017/18, que atingiu o recorde de 6,333 milhões de toneladas colhidas.

A expectativa por preços altos contribuiu para o aumento de 4,9% na área plantada, entre o ciclo 2019/20 e o atual. Espera-se neste ano uma produção de 1,7 milhão de hectares, com produtividade 6,5% maior.

Para Luiz Stahlke, assessor de agronegócio e membro do Conselho Técnico da Aiba, as expectativas só aumentam a cada etapa avançada. “A colheita está correndo bem, num cenário sem chuva, com o grão sendo colhido no ambiente ideal. Tudo isso colabora para mais uma excelente produção, com alta produtividade em todo o oeste baiano”, ressalta. Ele informou, também, que Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Roda Velha, em São Desidério, são as regiões em que a colheita está mais adiantada.

Valorização do grão X custos de produção

Os preços da soja tendem a continuar em alta, porque há um forte descompasso entre oferta e demanda no mercado internacional. Em uma rápida comparação, o grão está sendo comercializado, em média, a R$ 160,00 a saca da soja disponível (cotação de 05/04), enquanto que em 2020, nesta mesma época, o produto era vendido a R$ 85,00 a saca.

Entre os produtores de soja, porém, há cautela em relação ao futuro da produção. Segundo o produtor Denilson Roberti, de Jaborandi, no oeste baiano, grande parte da soja que está sendo colhida foi comercializada antes da safra, a preços mais baixos. “Assim como houve aumento no preço da soja, tivemos também elevação significativa dos valores dos defensivos, fertilizantes e outros insumos agrícolas. Se tivermos um custo elevado de plantio na próxima safra, será necessário que a cotação do grão permaneça alta como está, para ser lucrativa”, afirmou.

Ascom Aiba

Sobre Central São Francisco

Além disso, verifique

São Desiderio vai ganhar Praça de Alimentação

Em breve será iniciada a construção de uma praça de alimentação no local onde funcionava ...